sexta-feira, 7 de novembro de 2008

Uma noite só. À sós.


Parado.
Sentindo sua falta.
Sentindo que só precisava de tê-la ali.
Mais nada, nem ninguém. Nem motivo.
Olhando pra cima, senti como se a lua tivesse me abandonado.
Coitada, sempre ao meu lado, sempre a me vigiar.
Fiquei triste com ela, por não estar lá.
Fiquei triste por procurar e não achar.
Tudo que eu precisava era dela lá.
Pra tocar a minha pele.
E banhar a noite, como fazemos em todas as noites sós.
Por incrível que pareça, ao me levantar, eu achei a lua.
Mas só ela.
Coitada, sempre ao meu lado, sempre a me vigiar.
E hoje não era diferente, não foi diferente.
O problema era eu.
Será que sempre é assim?
E eu triste com a lua achando que ela tinha me abandonado. Mas eram só nuvens que a tinham encoberto.
Enfim, com a lua eu fiz as pazes.
Mas só com a Lua.

Um comentário:

Bella disse...

ja pensou em virar escritor?! eehehe sério, mt lindo o texto da lua! *-* eu q nem gosto de lua ne?! hehehe mas ow o blog ta show! ;)
te adorooo!!

bjaoO♥